terça-feira, julho 16, 2024

DA FONTE

REPASSE

O deputado federal e ex-presidente da Câmara Federal, Arlindo Chinaglia (PT), esteve em Mogi Mirim no último dia 26, para anunciar o repasse de R$ 100 mil à Secretaria de Saúde, obtido por meio de emenda parlamentar. Além dos R$ 100 mil de Chinaglia, a pasta deve receber outros R$ 850 mil de emendas propostas pelo deputado e ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, também do PT. O prefeito Paulo Slva (PDT), a secretária da Saúde, Clara Alice Franco de Almeida Carvalho, e o secretário de Serviços Municipais, Ernani Gragnanello, que é filiado ao PT, e o secretário de Governo, Massao Hito, estiveram entre os presentes do encontro com Chinaglia.

DESTINO
De acordo com nota emitida pela Prefeitura, boa parte dessa verba será utilizada na contratação de exames de média e alta complexidade, cirurgias, dentre outros procedimentos. Também haverá compra de equipamentos e mobiliários para as UBS’s (Unidades Básicas de Saúde). Chinaglia, mais uma vez, se colocou à disposição, afirmando que Mogi Mirim pode contar com ele no Congresso Nacional. O parlamentar disse que em “um mundo ideal”, os prefeitos não precisariam de emendas parlamentares ou ficar de pires nas mãos para obterem verbas.

EMENDAS À LDO
Na quinta-feira, 25, representantes da Secretaria Municipal de Finanças, vereadores e assessores parlamentares se reuniram no plenário da Câmara para a segunda audiência pública sobre o Projeto de Lei nº 40, de 2023, a respeito da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2024. Foram discutidas as emendas propostas para o projeto, entre elas, a emenda modificativa de autoria da vereadora Sonia Módena (PSD), que trata da transposição de R$ 165 mil para a causa animal. Outras cinco emendas à LDO de 2024 constam em projeto e foram debatidas, dando sequência ao trâmite que, em breve, culminará na chegada do projeto à ordem do dia do Legislativo.

FROTA
A Câmara Municipal aprovou no dia 22 de maio o Projeto de Lei nº 47, de 2023, do Executivo e que trata da compra de duas motocicletas para a ronda ostensiva do GAM (Grupo de Operações com Auxílio de Motocicletas) da GCM (Guarda Civil Municipal). Os recursos para a aquisição das motos são decorrentes de emenda parlamentar, no valor de R$ 100 mil, obtida pela vereadora Luzia Cristina Cortes Nogueira (PDT) junto à deputada federal Kátia Sastre.

 

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments