sábado, julho 13, 2024
INICIALOpiniãoArtigosEmpreender significa arriscar-se

Empreender significa arriscar-se

Hoje, contarei a história do Carlos Eduardo Gzvitauski, médico por formação, que há 36 anos atua na cidade de Mogi Mirim. Estudioso por natureza, Carlos Eduardo possui especialização em Gastroenterologia, é pós-graduado em Psicologia Transpessoal, formado em Abordagem Psicossomática, Rebirthing e Terapia Regressiva.

O médico trabalha no Hospital 22 de Outubro, onde está como atual diretor de marketing da instituição, além disso, Carlos é coordenador técnico-administrativo do setor de endoscopia digestiva. O especialista também é sócio da empresa de exames endoscópicos Endogastro, atende no seu consultório particular e, na cidade de Mogi Guaçu, atua no AME e no CEM.

Aos 61 anos, ele conta que seu primeiro emprego na área da saúde foi no município de São Paulo, no laboratório da Medical Saúde. Em sua trajetória na medicina, viveu muitas experiências e conquistas, uma delas aconteceu no início dos anos 1990, quando participou da implementação do ambulatório de hepatites virais em nossa cidade, o que foi um grande sucesso.

Para Carlos, atuar como médico em Mogi Mirim é um dos trabalhos mais prazerosos que ele já realizou, pois acredita que o povo mogimiriano sabe reivindicar seus direitos e exige profissionais da saúde que busquem constantemente atualização na parte técnica, ao mesmo tempo que buscam por alguém que saiba escutar suas necessidades.

Como empreendedor e sócio da Endogastro, Carlos Eduardo comenta sobre os desafios enfrentados para manter a empresa com a mais alta tecnologia e a necessidade de trabalhar com equipamentos de ponta para preservar a competitividade e conta que a alta recente dos custos dos equipamentos hospitalares, motivados, inicialmente, pela pandemia e, depois, pela guerra na Ucrânia, está sendo um grande desafio manter-se viável num mercado tão competitivo e que o segredo é muito trabalho e investimento, sem se esquecer de oferecer o que há de melhor em talentos humanos.

Carlos Eduardo está em seu segundo mandato como presidente da Associação Paulista de Medicina – Regional de Mogi Mirim (APM) e comenta que sempre busca contribuir com a efetiva participação dos médicos na vida da comunidade mogimiriana.

Dos projetos realizados pela APM de Mogi Mirim, cuja sede fica localizada dentro no Hospital 22 de Outubro, Carlos Eduardo destaca as constantes atualizações científicas e que a equipe possui oportunidades de discutir temas nas áreas de psiquiatria, ortopedia, gastroenterologia, cardiologia, Medicina Endocanabinoide, entre outros, e projetos intersetoriais, como o Espaço Encena.

O projeto é oferecido mensalmente no auditório APM, onde amantes do cinema e da psicologia se encontram para discutir temas muito interessantes coordenados por médicos parceiros, além da relação da APM com a Acimm (Associação Comercial de Mogi Mirim), gerando muitos eventos socioculturais.

Quando pergunto sobre as dicas para quem deseja iniciar na área, ele responde: “Empreender significa ariscar-se, pois é impossível prever todas as nuances de um negócio, mas estar atento e presente é imprescindível para o sucesso de um negócio na área da saúde”. Para isso, ele reforça que manter os estudos de maneira contínua e estar sempre atualizado, auxilia nesse processo.

Carlos Eduardo, agradeço por compartilhar esta história de sucesso e parabenizo-o por toda perseverança em seu trabalho! Você merece todo esse reconhecimento.

Para ter a suas histórias contadas aqui, envie uma mensagem para o e-mail: nelson@theodorojr.com.br

Boa semana e fiquem com Deus!

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments