sábado, julho 13, 2024
INICIALOpiniãoArtigosÍtalos: mogimirianos de Padova (Pádua) – Parte 1 – Nº 775

Ítalos: mogimirianos de Padova (Pádua) – Parte 1 – Nº 775

Muitos dos imigrantes italianos de Mogi Mirim vieram do Vêneto, norte da Itália e uma região de grandes contrastes naturais, como as montanhas Dolomitas, o lago Garda, os Alpes Cárnicos e os Montes Eugâneos. O Vêneto é grande produtor e exportador de vinhos, têxteis e produtos agrícolas.
A cidade de Pádua (Padova) situa-se na parte Sul do Vêneto, entre Vicenza (115 mil habitantes), histórica terra natal de Andrea Palladio, o grande arquiteto italiano, e nas proximidades de Veneza, a extraordinária cidade dos canais, gôndolas e vaporettos.

Pádua tem atualmente 355 mil habitantes, antiga cidade universitária e acadêmica, preservando grande riqueza artística e arquitetônica. Terra natal de Santo Antonio e centro famoso de peregrinações religiosas.

Entre as principais atrações, posso citar: Universidade de Pádua, fundada em 1222, é a segunda mais antiga da Itália e uma das primeiras do mundo; Duomo e Batistério, construído em 1552; Palazzo dela Ragione (Palácio da Razão), construído em 1218 é o maior salão medieval da Europa, com 80 metros de comprimento, 27 de largura e 27 metros de altura, com 333 fascinantes painéis com obras de grandes artistas; Caffé Pedrocchi, de 1831 e famoso por nunca fechar suas portas; Piazza dele Erbe, com suas belíssimas flores, Jardim de mercado popular; Cappella degli Scrovegni, com magníficos afrescos de Giotto (1303); Basilica di Santo Antonio, onde estão as relíquias do santo casamenteiro (queixo e língua) e grande centro de peregrinação mundial.

Selecionei 26 nomes de italianos de Pádua e que vieram para Mogi Mirim e que, nesta e em próximas edições, trarei aos nossos queridos leitores.

Antonio Rossetto
Nasceu em Pádua no dia 27 de novembro de 1875 e chegou em Santos (SP) pelo navio “Meduzza”, em 1º de janeiro de 1888. Tinha 13 anos e imigrou com seus pais, Prosdócimo Rossetto e Izabella Chiarotto. Em Mogi Mirim, Antonio casou-se com Emília Bellini e residia em bairro rural de nosso município.

Domenico (Domingos) Zampieri
Nasceu em 10 de janeiro de 1869 e com 19 anos veio para Mogi Mirim com seus pais Francisco Zampieri e Natalina Zampieri, embarcando no vapor “Fanfulla” em 1888, casou-se com Regina Zampieri.

Livros – História de Mogi Mirim e Região

Mogi Mirim, nascida da bravura dos paulistas
(últimos exemplares)
A escravidão e o abolicionismo Regional
(esgotado)
Memórias Mogimirianas – Volume 1
(últimos exemplares)
Memórias Mogimirianas – Volume 2
(últimos exemplares)
Memórias Mogimirianas – Volume 3
Memórias Mogimirianas – Volume 4
(futuro lançamento)

Pontos de venda

– Banca da Praça Rui Barbosa – Mogi Mirim
– Papelaria Gazotto – Centro – Mogi Mirim
– Papelaria Carimbo Expresso – Mogi Mirim
– Papelaria Abecedarium – Centro – Mogi Guaçu
– Livraria e Papelaria Papiro – Mogi Mirim

PRECEITOS BÍBLICOS

“Que a glória do Senhor perdure sempre e alegre-se o Senhor em suas obras. Hoje seja-lhe agradável o meu canto, pois o Senhor é minha grande alegria”. (Salmo 103)

TÚNEL DO TEMPO

Durante a Revolução Constitucionalista de 1932, as tropas paulistas tiveram cerca de 40 mil voluntários combatentes e as tropas federais chegaram a 110 mil soldados. O confronto ocasionou mais de 700 mortes e milhares de feridos.

período da Renascença e que enriquece a cultura italiana em Pádua. Foto de 2011, com os mogimirianos Nelson e Dulce Patelli.

 

 

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments