quinta-feira, julho 11, 2024
INICIALOpiniãoArtigosO testamento de um bandeirante mogimiriano – Nº 785 – 1ª PARTE

O testamento de um bandeirante mogimiriano – Nº 785 – 1ª PARTE

Vindo com a bandeira do segundo Anhanguera, Bartolomeu Bueno da Silva Filho, no ano de 1721, e fixando-se como um dos fundadores e moradores das terras do antigo Boigi (atual Mogi Mirim), Antonio Dias Torres estava com 22 anos e faleceu em 26 de janeiro de 1788, em Mogi Mirim, com a idade de 89 anos.

Estando enfermo, em 15 de novembro de 1787, ditou seu testamento, conforme o teor original de documento que estava no Fórum de Mogi Mirim e atualmente se encontra na cidade de Jundiaí (SP). Os dizeres demonstram a grande religiosidade católica existente há 236 anos entre os primeiros habitantes de Mogi mirim, com comoventes declarações a Deus, a Jesus, ao Espírito Santo e à Virgem Maria.

“Em nome da Santíssima Trindade; Pai, Filho e Espírito Santo, três pessoas em um só Deus verdadeiro, saibam quantos este instrumento virem, como no ano de nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, de mil, setecentos e oitenta e sete, aos quinze dias do mês de novembro de dito ano, eu, Antonio Dias Torres, estando em meu perfeito juízo e entendimento que Nosso Senhor me deu, estando enfermo e temendo a morte, desejo por minha alma no caminho da salvação, por não saber o que Deus Nosso Senhor de mim quer fazer e quando será servido de me levar para Si, faço este testamento na forma seguinte:

Primeiramente encomendo minha alma à Santíssima Trindade, que acredite e rogue ao Pai Eterno, pela morte e paixão de seu unigênito filho e a queira receber como recebe a tudo, estando para morrer na árvore da vera cruz. Ao meu Senhor Jesus Cristo peço por suas chagas, já que nesta vida me fez mercê de dar seu precioso sangue, também nesta vida juro dar o preço Dele, que é a Glória.

Peço e rogo à Gloriosa Virgem Maria, Senhora Mãe de Deus e a todos os santos da Corte Celestial, particularmente ao meu Anjo da Guarda e ao santo com meu nome, Santo Antônio, queiram por mim interceder e rogar ao meu Senhor Jesus Cristo, agora e quando minha alma do corpo sair. Como verdadeiro cristão, procurei viver na Santa Fé Católica da Santa Madre Igreja de Roma. Com essa fé, eu juro salvar minha alma, não pelos meus merecimentos, mas pela santíssima paixão do Unigênito Filho de Deus”.

Após as comoventes declarações de imensa religiosidade católica constante no testamento de Antonio Dias Torres, feito em 15 de novembro de 1787, abordarei na segunda parte, na próxima semana, a relação dos bens inventariados, que surpreende pelo detalhamento e onde constam itens, muitos de valor ínfimo, e demonstrando que o inventariante foi de um rigor extremo em mencioná-los.

Escreveu Alcântara Machado “Nos antigos testamentos, não havia preocupação apenas com o destino dos bens temporais. A consciência era descarregada, as verdades eram ditas sinceramente, lealmente e ingenuamente. A alma era desnudada”.

Matriz de São José, em 1952, notando-se a vista parcial do “footing”, à esquerda. Aos domingos e feriados, principalmente, a mocidade se reunia na Praça Rui Barbosa.Livros – História de Mogi Mirim e Região

Mogi Mirim, nascida da bravura dos paulistas
(últimos exemplares)
A escravidão e o abolicionismo Regional
(esgotado)
Memórias Mogimirianas – Volume 1
(últimos exemplares)
Memórias Mogimirianas – Volume 2
(últimos exemplares)
Memórias Mogimirianas – Volume 3
Memórias Mogimirianas – Volume 4
(futuro lançamento)

Pontos de venda

– Banca da Praça Rui Barbosa – Mogi Mirim
– Papelaria Gazotto – Centro – Mogi Mirim
– Papelaria Carimbo Expresso – Mogi Mirim
– Papelaria Abecedarium – Centro – Mogi Guaçu
– Livraria e Papelaria Papiro – Mogi Mirim

Túnel do TEMPO
28 de novembro de 1824 – Nessa data a povoação de Franca desmembrou-se de Mogi Mirim e da qual era distrito e cuja situação perdurou por 21 anos, desde 1803. A razão do desmembramento foi a distância da sede.

Preceitos Bíblicos
“O Senhor é fiel para sempre, faz justiça aos que são oprimidos. Ele dá alimento aos famintos. É o Senhor quem liberta os cativos”. (Salmo 145)

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments