terça-feira, julho 16, 2024
INICIALVariedadesPrincipais indicações para cirurgia dermatológica

Principais indicações para cirurgia dermatológica

MARCEL ALEX SOARES DOS SANTOS
@drmarceldermatologista

A remoção de lesões de pele é um procedimento dermatológico que visa eliminar ou biopsiar crescimentos anormais na pele. Essas lesões podem variar desde sinais benignos até formações mais complexas, como cistos, lipomas e tumores cutâneos. A indicação para a remoção geralmente é determinada com base em critérios como aspecto visual, tamanho, localização e histórico do paciente.

Principais lesões de pele removidas por dermatologistas

Lesões benignas: São lesões sem risco de malignidade que os pacientes optam por retirar por questão estética ou incômodo. As mais comuns são pintas benignas, “verrugas” penduradas no pescoço, axilas e virilha, entre outras.

Biópsia de pele: procedimento que visa a remoção de pequena área de pele com intuito de enviar o material para diagnóstico anátomo patológico. Muito útil em quadros clínicos que deixam dúvida.

Sinais/pintas (nevo melanocítico): quando um sinal apresenta características atípicas, como crescimento rápido, mudança de cor, bordas irregulares ou sintomas como coceira ou sangramento, a remoção é recomendada.

Cistos sebáceos: são formações benignas resultantes do acúmulo de secreção sebácea. Podem crescer ao longo do tempo e, em alguns casos, podem se tornar dolorosos ou esteticamente indesejados.

Lipomas: são tumores benignos de tecido adiposo subcutâneo. Embora não representem um risco para a saúde na maioria das vezes, podem ser removidos quando causam desconforto ou por motivos estéticos.

Tumores cutâneos: em casos de lesões suspeitas de serem malignas, a remoção é crucial para a avaliação histopatológica e o diagnóstico precoce de cânceres de pele.

Cantoplastia: cirurgia para correção de unha encravada, condição dolorosa e potencialmente recorrente.

Procedimento de Remoção

O procedimento para a remoção de lesões cutâneas é geralmente realizado no consultório do dermatologista, em ambiente estéril com aplicação de anestesia local. Pode envolver a excisão cirúrgica, curetagem, eletrocauterização entre outros, dependendo do tipo e localização da lesão.

Importância da Avaliação Profissional

É crucial que a decisão de remover uma lesão cutânea seja feita por um dermatologista qualificado. Estes profissionais têm a expertise necessária para avaliar a lesão, determinar a melhor abordagem e conduzir o procedimento de forma segura.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments