terça-feira, julho 16, 2024
INICIAL☆ DestaqueVE alerta para riscos de doenças durante enchentes

VE alerta para riscos de doenças durante enchentes

Com o período de chuvas mais constantes e volumosas, a Vigilância Epidemiológica (VE), órgão da Secretaria Municipal da Saúde de Mogi Mirim, está lançando um alerta sobre os riscos de doenças que podem nos atingir em casos de enchentes. A VE também chama atenção para a maior proliferação de animais que transmitem enfermidades, como ratos e mosquitos.

Para tentar reduzir os riscos durante as inundações, a VE está distribuindo um panfleto elaborado pelo SUS (Sistema Único de Saúde), com dicas para se proteger das águas das chuvas e lama. O material diz que, caso o contato com as enxurradas for inevitável, pode-se reduzir o risco de contrair doenças permanecendo o menor tempo possível em locais com água empoçada.

Segundo a VE, quanto mais tempo de exposição às enchentes, maior a possibilidade de contrair doenças como cólera, leptospirose, diarreia, dengue, zika, febre tifoide, chicungunya e hepatite. Por isso, é importante seguir as recomendações, como sempre se higienizar com água potável, descartar imediatamente itens que tiveram contato com a água das enchentes ou com a lama, tanto para humanos quanto para animais.

Outras medidas que se fazem necessárias durante as cheias são a retirada e condicionamento adequado do lixo, não consumir vegetais e frutas de hortas que sofrem com inundações e não utilizar água de poço. Priorize também o consumo apenas de água potável. Se necessário, ferva a água e adicione duas gotas de hipoclorito de sódio para cada litro.

Em relação aos animais domésticos, mantenha-os longe das enchentes ou da lama. Durante as cheias, também é comum acidentes com animais peçonhentos, como cobras, aranhas e escorpiões, que procuram refúgio nos locais secos das casas. Em caso de mordeduras desses animais, a pessoa deve procurar atendimento médico urgentemente. A população pode procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima caso sinta sintomas como febre, calafrios, dor muscular, urina escura, cansaço, fraqueza ou sangramento.

A prevenção é a melhor forma de evitar problemas durante as enchentes. Por isso, é importante seguir as recomendações da Vigilância Epidemiológica e manter-se informado sobre as condições climáticas da região. Com cuidado e prevenção, é possível evitar doenças e manter-se seguro durante o período de chuvas intensas, como as que temos vivido em Mogi Mirim.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments