terça-feira, julho 9, 2024
INICIALOpiniãoArtigosMogi Mirim, 254 anos de município – Nº 807 – 2ª parte

Mogi Mirim, 254 anos de município – Nº 807 – 2ª parte

Após o escrivão Antônio Marques Barbosa subscrever a ata de criação do município de Mogi Mirim, em 22 de outubro de 1769, 18 pessoas que estavam presentes no ato assinaram o documento.

Foram elas: Antônio Jorge de Godói, Antônio Luiz de Morais Pissaro, Antônio da Costa Leme, Antônio Correia de Lacerda, Agostinho do Prado Villasboas, Francisco Xavier do Prado, Inácio da Cunha Lara, Joaquim Pinheiro, Joaquim Antônio de Lacerda, José Bicudo Vaz, José Antônio Figueiredo, José Francisco da Paixão, José Garcia de Siqueira, José Roiz Pimentel, José da Silva Passos, Manuel Alvarez de Oliveira, Salvador Jorge de Morais e Salvador Pires de Camargo.

Essas 18 pessoas eram moradoras de Mogi Mirim na época e entre elas estavam alguns dos bandeirantes fundadores de Mogi Mirim. É interessante notar que o município foi criado por razões estratégicas e com o nome histórico de São José de Mogi Mirim.

Nomeação
Somente em 10 de fevereiro de 1770 é que foram nomeados os primeiros componentes de nossa Câmara Municipal, de acordo com o ofício enviado pelo secretário do Governo Paulista, Thomaz Pinto da Silva e dirigido ao ouvidor de Mogi Mirim, Salvador Pereira da Silva.

“Para o Ouvidor desta Comarca, do Secretário deste Governo. Remeto a Vmce. as relações juntas das pessoas que hão de servir nas Câmaras das novas Vilas de São João da Tibaya e São José de Mogi Mirim. Ordena o Ilmo. Exmo. Senhor General, que Vmce. logo os faça servir por obviar os inconvenientes que as seguem de estarem as ditas vilas sem justiça. Para São José de Mogi Mirim ainda não está nomeado Tabelião, porém isso brevemente se dará, e então se participará a Vmce., que Deus guarde por muitos anos. São Paulo, secretaria do Governo, a 10 de fevereiro de 1770. De Thomaz Pinto da Silva ao Ouvidor de São José de Mogi Mirim, Salvador Pereira da Silva. Relação dos Juízes Ordinários que hão de servir nessa nova Câmara da Vila de São José de Mogi Mirim”.

JUÍZES
Capitão Manoel Rodrigues de Araújo Bellem
Salvador Jorge de Morais

VEREADORES
Antônio Luiz de Morais Pizarro
José Pereira Tangerino
Domingos Rodrigues Vianna

PROCURADOR
Maurício José Machado

Esses foram os primeiros administradores do município de São José de Mogi Mirim, o mais extenso da Província, que ia do Rio Jaguari até o Rio Grande, divisa com o Triângulo Mineiro.

FONTES: Arquivo do Estado e Câmara Municipal de Mogi Mirim

PRECEITOS BÍBLICOS
“Irmãos, se com tua boca confessares Jesus como Senhor e, no teu coração, creres que Deus ressuscitou dos mortos, serás salvo. É crendo no coração que se alcança a justiça e é confessando a fé com a boca que se consegue a salvação”. (São Paulo aos Romanos 10, 9-10)

TÚNEL DO TEMPO
8 de setembro de 1887 – Nesse dia foi inaugurado festivamente o serviço de abastecimento de água encanada em Mogi Mirim, ao custo de 75.000$000 (setenta e cinco contos de réis). Milhares de mogimirianos assistiram as festividades.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments