sábado, julho 13, 2024
INICIALOpiniãoArtigosSeja a sua maior motivação

Seja a sua maior motivação

Essa semana recebi muitas mensagens de mulheres em minha rede social dizendo que não vão à academia ou que tem receio de começar por vergonha. Eu sei bem o que é isso, pois já passei muitas vezes por essa situação.

Uma delas dizia que recebeu mensagens do tipo: “Vixe, é difícil de conseguir”, “Na sua idade é difícil”, “Começar de novo, já já você para”, outra dizia: “Começo segunda, mas me sinto envergonhada”, outra ainda: “Quero muito começar na academia e me cuidar, mas meu psicológico não ajuda”, entre muitas outras que recebo diariamente.

Vi também uma postagem de uma ciclista de 63 anos, diga-se de passagem, maravilhosa, onde as pessoas a criticavam por expor seu corpo nesta idade. É o tal etarismo, tão presente nos dias atuais.

Eu já me vi em algumas destas situações! Muitas vezes não fui por vergonha do meu corpo ou do que iriam pensar, pois o tempo inteiro me sentia incomodada com os olhares. Uma, porque era gorda, outra, por medo de não conseguir e ser julgada novamente por não ter conseguido. Foi uma grande batalha interna.

Quem me vê assim, treinando de segunda a segunda, não imagina que comecei e desisti várias vezes. O medo do julgamento paralisa as pessoas, mas devemos ser muito mais que isto. No início, optei por caminhadas ou treinamentos de natação, pois eram esportes solitários e, na rua ou dentro da água, iria ficar menos desconfortável.

Com o processo de emagrecimento e com muita flacidez, optei por voltar à academia, mas agora, mais confiante, consegui ir melhorando a autoestima e me manter ali no esporte. O que eu posso dizer a vocês que pensam como eu pensava? Comecem!

Escolha uma atividade física que te dê prazer e vá. Nem sempre você vai acertar de primeira. Eu mesma comecei na academia e odiava, pois todos os professores me mandavam para uma esteira ou uma bicicleta. Quando eu passei a enxergar a academia de outra forma, como um propulsor para mudar meu corpo, comecei a treinar musculação e tomei gosto. Estou há mais de 11 anos neste esporte, sem pausas.

Já nadei, já fiz dança, já corri… Fiz de tudo para descobrir o que mais me agradava e quando percebi o que mais me encaixava, a questão do que as outras pessoas iam achar foi acabando e hoje me sinto muito mais confiante. O importante é dar o primeiro passo. Mostrar para as pessoas que nada pode nos parar, pois tenho certeza que a hora que começar a ver os resultados, nada mais te afetará.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments